skip to Main Content
Como Reduzir As Despesas Fixas Do Condomínio?

Como reduzir as despesas fixas do condomínio?

Como o próprio nome sugere, alguns custos simplesmente não podem deixar de existir dentro de um determinado empreendimento, mesmo quando não se trata de uma empresa, e sim de um condomínio. Mas, hoje você aprenderá a reduzir as despesas fixas do condomínio!

O principal fator que leva as despesas fixas a chegarem a valores altos é a falta de consciência. Pense bem: em um condomínio, quantas despesas fixas existem?

Podemos citar:

  • Os custos de manutenção preventiva;
  • Contas de energia e água;
  • Custos com a manutenção de aparelhos e outros itens que quebraram ou deixaram de funcionar;
  • Salários de funcionários e despesas com empresas terceirizadas.

Entre algumas outras. Mesmo que você não tenha todas elas em mente agora, pode entender o sentido do que vamos falar aqui e, mais tarde, aplicar os conceitos sobre todos os gastos que o condomínio que você administra possui.

Vamos lá?

O papel dos moradores para reduzir as despesas fixas do condomínio

É impossível citar despesas fixas sem falar do que os moradores fazem para contribuir com esses números. São os condôminos a gastarem água e energia elétrica, além de utilizarem todas as áreas comuns do condomínio e serem os primeiros a perceberem falhas.

Os moradores são as peças perfeitas para que você consiga garantir uma melhor economia para o condomínio e reduzir as despesas fixas do condomínio, já que tudo que é necessário para você é convencê-los a utilizar os recursos comuns com consciência.

Para isso, você pode escolher falar com os moradores de forma individual ou em grupos, abordando aqueles que mais gastam de forma isolada dos demais, para evitar constrangimentos. Crie um relacionamento amigável e transparente com os habitantes do condomínio para se certificar de que todos o ouvirão com atenção. Afinal, trata-se de um assunto importante!

Além disso, você pode espalhar materiais impressos que visam a conscientização dos moradores, principalmente perto de áreas onde os gastos são maiores.

Evidencie frases como:

  • “Colabore com o condomínio – reduza o consumo da água para que todos possam aproveitar deste recurso tão importante”;
  • “Quando terminar de utilizar este local, favor apagar as luzes quando sair e, em dias ensolarados, aproveite a luz solar! Vamos todos economizar mais energia e ganhar mais qualidade de vida”.

E similares, sempre pensando em como as pessoas as interpretarão es o que elas farão a respeito. Afinal, não adianta simplesmente jogar um monte de cartazes por aí e esperar que as pessoas os leiam. É preciso ser organizado e criativo!

O papel do síndico para reduzir as despesas fixas do condomínio

Quando falamos em reduzir as despesas fixas do condomínio, o síndico não pode ficar de fora. Ele é uma das partes principais que ajudarão a mover a engrenagem da economia. A redução de gastos só se faz possível quando os moradores se sentem bem representados e dão atenção ao síndico.

Para isso, faça uma boa gestão. Esteja sempre atento ao que precisa ser feito, ganhe notoriedade pela sua neutralidade, não se envolva em brigas do condomínio  e trabalhe de forma firme e ágil. Assim, todos os moradores se sentirão melhor amparados e valorizarão o síndico como um exemplo.

Além disso, o síndico deve ser a primeira pessoa a reduzir as despesas fixas do condomínio! Ele  deve dar o exemplo a ser seguido.

Em caso de outras dúvidas sobre este e mais assuntos, entre em contato com a Campo Belo! Será um prazer ajudá-lo a resolver os seus desafios com o seu condomínio.

Aproveite e descubra como acabar com os conflitos em um condomínio!

Sucesso e até a próxima!

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Back To Top